VIAGEM AO CABO NORTE

Neste novo post, quero partilhar a viagem ao Cabo Norte (Noruega) que fiz em 2009 em carro desde Galiza. Podes ver o itinerario neste mapa:

:

The itinerary
O itinerario

Sempre quis ver o sol de meia-noite, e sabia que o Cabo Norte era um dos melhores sítios para vê-lo. Está situado a 71º 10′ 21″ de latitude, numa alta falésia sobre o Oceano Ártico. O Cabo norte é um lugar famoso também para muitos viajantes. Muitas pessoas chegan ali cada ano desde muitos lugares em carro, mota, autocaravana, …

The North Cape
O Cabo Norte

Fomos ao Cabo Norte duas pessoas e levou-nos um total de 22 dias. Decidimos viajar em Julho, porque o sol de meia-noite pode-se ver ali em Junho e Julho. Atravessamos vários países como França, Alemanha, Suécia ou Finlândia. Neste post podes ver muitas curiosidades e fotografias da viagem, e se precisas mais informação podes ler o post completo neste enlace em galego ou castelhano.

FRANÇA

França é um dos meus paises favoritos, e além disso tenho viajado várias vezes ali. Mas nesta viagem estivemos em dois sítios que nunca visitáramos antes: O Médoc (perto de Bourdeaux) e a Normandía. Em Médoc, muitas pessoas pescan desde estas cabanas especiais.

Saint Christoly Médoc, France
Saint Christoly Médoc, França

A Normandía foi muito famosa na Segunda Guerra Mundial. Visitamos lugares como as praias, canhões e os restos do porto artificial de Arromanches-les-Bains.

Arromanches les Bains, France
Arromanches les Bains, França
In Normandy, France
Em Normandia, França

BÉLGICA

Só passamos uma noite na Bélgica, mas estivemos numa das cidades mais formosas da Europa pelos seus canais e a sua Praça do Mercado: Bruges.

Brugge, Belgium
Bruges, Bélgica
Brugge, Belgium
Bruges, Bélgica

ALEMANHA

Entramos na Alemanha desde Holanda, e não estivemos muito tempo aqui porque preferimos estar mais dias nos países escandinavos. Uma das melhores coisas de alemanha são as suas auto-estradas (não têm limite de velocidade em alguns trajetos), ainda que são perigosas e têm bastante trânsito.

 

SUÉCIA

Entramos na Suécia atravessando a ponte do Oresund (16 quilómetros com a ponte, um túnel e uma ilha artificial). Neste país, visitamos lugares como Bastad, Gotemburgo ou Estocolmo. Bastad está localizado na costa sul, e dormimos neste perfeto Bed and Breakfast.

 

Båstad, Sweden
Båstad, Suécia


Em Gotemburgo (com mais de 500.000 habitantes, é a segunda cidade mais grande da Suécia), reunimo-nos com os nossos amigos Lito, Kersti e Sofía. Gozamos muito de Gothemburg com eles!

 

Feskekörka, Gothemburg, Sweden
Feskekörka, Gotemburgo, Suécia


Também visitamos a capital da Suécia: Estocolmo, que é uma bonita cidade com 14 ilhas. Tem interessantes lugares como a cidade velha (Gamla Stam) ou o Parlamento.

 

Stockholm, Sweden
Estocolmo, Suécia

Continuamos a viagem cruzando Suécia ao norte do país. A estrada atravessa típicas paisagens escandinavas com florestas de coníferas e lagos. Havia que conduzir devagar, já que há muitos sinais de alces.

Warning, mooses
Perigo, alces


Dormir em cabanas (com cocinha) é muito habitual em países escandinavos. Nós sempre dormimos em cabanas nestes lugares, porque são bem mais baratos que um hotel, e poupamos dinheiro também cocinhando nossa comida na cocinha.

 

Cabin in Sweden
Cabana na Suécia


FINLÂNDIA

Na Finlândia, a paisagem escandinava é impressionante. Enormes florestas de coníferas e milheiros de lagos. No Verão, a noite não existe, e a cor do céu é especial. Há muitas renas, que são de menor tamanho que os alces, mas estão por todas partes: Esta é a terra dos sami.

 

A lake in Finland
Um lago em Finlândia
A road and airport. Finland
Uma estrada e aeroporto. Finlândia


Reindeers in Ivalo, Finland
Renas en Ivalo, Finlândia

Em Rovaniemi (aqui vive o Pai Natal), atravessamos o Círculo Polar Ártico, que marca o extremo sul do sol de meia-noite.

 

Arctic Circle in Rovaniemi, Finland
Círculo Polar Ártico em Rovaniemi, Finlândia
Here lives Santa Claus. Rovaniemi, Finland
Aqui vive o Pai Natal. Rovaniemi, Finlândia


NORUEGA: O CABO NORTE E AS ILHAS LOFOTEN

Fizemos a primeira paragem na Noruega em Karasjok, perto da fronteira com Finlândia. Aqui está o Parlamento Sami.

 

Sami Parliament in Karasjok, Norway
Parlamento Sami em Karasjok, Noruega


Em Lakselv, chegamos ao Fiorde Porsangen, no Oceano Ártico. Depois, fizemos aproximadamente 200 quilómetros até entrar na Ilha de Mageroya, atravessando um túnel debaixo do mar (de portagem).

 

Sami tents in Porsangen Fjord, Norway
Tendas Sami no Fiorde Porsangen, Noruega
Porsangen Fjord, Norway
Fiorde Porsangen, Noruega


Uns quilómetros depois, já estávamos chegando ao nosso destino: O Cabo norte. Além disso, o tempo era perfeito (com sol, 20 grados, sem vento…). O Cabo Norte é onde o Oceano Atlántico se junta com o Oceano ártico, e muitas pessoas dízem que é o ponto mais ao norte da Europa, ainda que o Knivskjellodden (perto ao Cabo norte) é em realidade o ponto mais ao norte. aqui, tu podes ver o Globo Terrestre, o monumento às Crianças da Terra ou um centro turístico comercial, mas eu prefiro contemplar a paisagem.

The Globe in The North Cape, Norway
O Globo Terrestre no Cabo Norte, Noruega
The North Cape, Norway
O Cabo Norte, Noruega


Knivskjellodden, Norway
Knivskjellodden, Noruega
The Children of the Earth Monument in North Cape, Norway
Monumento às crianças da terra no Cabo Norte, Noruega

Nós queríamos ver o sol de meia-noite num lugar tranquilo perto do Cabo Norte, por isso escolhimos um lugar perto de skarsvag, a 45 minutos passeando desde este povo.

Midnight sun in North Cape, Norway
Sol de meia-noite no Cabo Norte, Noruega


Ao dia seguinte, começamos o nosso camino ao sul pela estrada E6, junto ao Oceano Atlántico, passando por paisagens incríveis.

Near to E6 road, Norway
Perto à estrada E6, Noruega


Skibotn, Norway
Skibotn, Noruega
Skibotn, Norway
Skibotn, Noruega

Um dia depois, chegamos às ilhas Lofoten. Aqui fomos ate Å, uma formosa aldeia onde remata a estrada. Posso acreditar que nas Ilhas Lofoten há umas das melhores paisagens que tenho visto.

 

Bridge in Lofoten, Norway
Ponte em Lofoten, Noruega
Lofoten Islands, Norway
Ilhas Lofoten, Noruega
Lofoten Islands, Norway
Ilhas Lofoten, Noruega
Å, Lofoten Islands, Norway
Å, Ilhas Lofoten, Noruega
Å, Lofoten Islands, Norway
Å, Ilhas Lofoten, Noruega


O RETORNO

Decidimos voltar por Suécia outra vez, porque preferimos visitar os fiordes do sul noutra viagem (que fizemos no ano 2011, e podes ver o post aqui). Estivemos 3 dias atravessando á Suécia.

 

Lake in Jukkasjärvi, Sweden
Lago em Jukkasjärvi, Suécia
Crossing The Arctic Cicle in Sweden
Atravessando o Círculo Polar Ártico em Suécia
Reindeers on the road, Sweden
Renas na estrada, Suécia


Estivemos também 3 dias na Alemanha. O primeiro dia visitamos um lugar terrível: Oa restos do campo de concentração de Bergen Belsen, onde morreu Anne Frank.

 

Bergen-Belsen concentration camp, Germany
Campo de Concentración de Bergen-Belsen, Alemanha
Here died Anne Frank, Bergen-Belsen concentration camp, Germany
Aqui morreu Anne Frank, Campo de concentración de Bergen-Belsen, Alemanha


Depois, descansamos duas noites em Titisee, na Selva Preta (ao sudoeste de Alemanha).

 

Lake Titisee, Germany
Lago Titisee, Alemanha
Lake Titisee, Germany
Lago Titisee, Alemanha


Levou-nos três dias desde Titisee até a nossa casa, e achamos com outro lugar terrível: Oradour-sur-Glane (França), uma aldeia que foi queimada, com os seus 642 habitantes dentro, pelas German Waffen SS company em 1944. Na actualidade as ruínas da cidade são um memorial.

 

Oradour sur Glane, France (July 2010)
Oradour sur Glane, França (Julho 2010)


A noite seguinte, dormimos em San Vicente de la Barquera, na costa norte da Espanha; e o 23 de Julho chegamos à casa. Estivemos viajando durante 22 dias e fizemos muitos quilómetros, mas voltaríamos a começar a mesma viagem outra vez.

Se queres mais informação, comentar qualquer coisa ou algum erro na minha tradução, podes escrever um comentário ou um correio a cabonorte2009@hotmail.es

0 pensamientos sobre “VIAGEM AO CABO NORTE”

    1. Sim, concordo com você que é uma viagem um bocadinho mais cara em comparaçao com outras regioes da Europa, mas as suas paisagens sao espectaculares

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *